Wednesday, October 07, 2009

Liturgia: a Luz e as sombras

"A forma religiosamente correcta de cultuar a Deus, simplesmente não existe.
Não é que a liturgia em si mesma seja mais importante do que aquilo em que se crê. Mas pelo menos, é aquilo que se vê...Através dela se deixa transparecer qual é o foco da nossa adoração"
Pág. 45


Aqui em A Ovelha Perdida

"O problema da liturgia (o rito, a ordem do culto) é transdisciplinar. Tem conexões com a cultura, com a sociedade, com a arte, com a História, e com a espiritualidade. Move-se, portanto, na esfera do humano e do divino.Devemos começar por esclarecer que não há uma liturgia bíblica fechada no culto cristão. Apenas estão registados elementos do culto que era praticado na Igreja do primeiro século. Ou seja, sabemos que os serviços religiosos dos cristãos primitivos incluíam cânticos, oração, ensino da Palavra, “o partir do pão”, e a contribuição financeira (Mateus 26:25; Actos 2:42; II Coríntios 8 e 9; Efésios 5:19; Colossenses 3:16)."