Thursday, October 01, 2009

(Os) Codex Ephrem da Pós-Modernidade

Considerando que a Bíblia Sagrada é o Livro mais vendido, 5-6 biliões de cópias, e por conseguinte o mais lido, é natural que seja objecto de multiplas e díspares releituras, mesmo até por crentes e, com certeza, por ateus. E tais releituras são normalmente efectudas a dois níveis: ao teológico e ao antropológico; Deus e o Homem.
Os crentes procuram na Palavra divina o Pai; os ateus, os não-crentes, demandam quase de um modo edipiano contradizê-Lo e mesmo eliminá-Lo.
No século XVIII, sob uma particular visão socialista, Proudhon já relia certamente o apóstolo Paulo, alegando que as suas formas de ideal (quereria dizer doutrina ética e social, moral e espiritual, etc.)eram bem definidas, mas caducas.